Presidente da Argentina afirma que economia crescerá 7% em 2021 e 4,5% em 2022

Previsão representaria uma recuperação após três anos de recessão

Presidente da Argentina afirmou que economia do país crescerá em 2021
Presidente da Argentina afirmou que economia do país crescerá em 2021 Foto: Gabriel Bouys/Pool via REUTERS/File Photo

Eliana Raszewski,

da Reuters

Ouvir notícia

A economia da Argentina deve crescer 7% neste ano e 4,5% em 2022, disse o presidente do país, Alberto Fernández, nesta sexta-feira (6), prevendo recuperação após três anos de uma recessão que foi intensificada em 2020 pela pandemia de Covid-19.

A terceira maior economia da América Latina teve contração de 9,9% em 2020, após cair 2% em 2019 e 2,6% em 2018.

“Estamos no caminho da recuperação econômica. A Argentina está crescendo, recuperando empregos e vai recuperar renda”, disse ele em um discurso televisionado.

O Produto Interno Bruto (PIB) argentino cresceu 2,5% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2020, superando as previsões dos analistas. O salto ocorreu após uma contração de 4,3% no quarto trimestre do ano passado e uma queda recorde de 19% no segundo trimestre de 2020, quando a Argentina estava no auge do impacto causado pela pandemia.

Mais Recentes da CNN