Presidente do Banco Central da Alemanha renuncia por motivos pessoais

"Cheguei à conclusão de que mais de dez anos é uma boa medida de tempo para virar a página", disse Jens Weidmann

Jens Weidmann, presidente do banco central alemão22/11/2019 REUTERS/Ralph Orlowski
Jens Weidmann, presidente do banco central alemão22/11/2019 REUTERS/Ralph Orlowski REUTERS/Ralph Orlowski

Balazs Koranyida Reuters

Ouvir notícia

O presidente do Bundesbank (banco central alemão), Jens Weidmann, um dos membros mais conservadores do Conselho de Governança do Banco Central Europeu (BCE), está renunciando ao cargo a partir de 31 de dezembro, disse o Bundesbank nesta quarta-feira (20).

“Cheguei à conclusão de que mais de dez anos é uma boa medida de tempo para virar a página –para o Bundesbank, mas também para mim pessoalmente”, disse o Bundesbank citando Weidmann.

Weidmann está deixando o banco central alemão, que dirige desde maio de 2011, por motivos pessoais, acrescentou o banco.

Mais Recentes da CNN