Prévia do PIB registra alta de 0,64% em dezembro; em 2020, queda é de 4,05%

Se confirmada essa queda no resultado oficial do PIB, será o maior recuo na atividade econômica de toda a série histórica do IBGE

Anna Russi e Thâmara Kaoru, do CNN Brasil Business*

Ouvir notícia

O IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central), considerado uma “prévia” do PIB (Produto Interno Bruto), avançou 0,64% em dezembro de 2020 na comparação com novembro, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (12) pelo Banco Central. Essa é a oitava alta mensal seguida do indicador. Em 2020, porém, o índice apresentou queda de 4,05%, com reflexos da pandemia do coronavírus. 

Se confirmada essa queda no resultado oficial do PIB, será o maior recuo na atividade econômica de toda a série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), iniciada em 1996.

As projeções do mercado financeiro, órgãos internacionais e da equipe econômica para o desempenho da atividade econômica ano passado variam de quedas entre 4% e 4,5%. Já para este ano, a previsão é de uma alta de 3,47%, segundo a última edição do Boletim Focus. Para o mês de dezembro, analistas da Reuters esperavam alta de 0,4%.

No quarto trimestre do ano, o indicator teve ganho de 3,14% sobre os três meses anteriores, em dados dessazonalizados. Na comparação com dezembro de 2019, o IBC-Br avançou 1,34%. Assim, o IBC-Br fechou o ano em 138,33 pontos, número que  segue abaixo do patamar de 140 pontos, registrado em fevereiro, antes da pandemia.

*Com Reuters 

 

Mais Recentes da CNN