PriceRunner processa Google em 2,1 bi de euros e se prepara para longa disputa

"Eles ainda estão abusando muito do mercado e não mudaram basicamente nada", disse o presidente-executivo da PriceRunner

Em novembro, o Google perdeu um recurso contra uma multa de 2,42 bilhões de euros que recebeu em 2017, após a conclusão de que o serviço de comparação de preços da empresa lhe deu vantagem injusta sobre rivais europeus menores
Em novembro, o Google perdeu um recurso contra uma multa de 2,42 bilhões de euros que recebeu em 2017, após a conclusão de que o serviço de comparação de preços da empresa lhe deu vantagem injusta sobre rivais europeus menores Reuters

Por Supantha Mukherjee, da Reuters

Ouvir notícia

A empresa sueca de comparação de preços PriceRunner disse nesta segunda-feira (7) que está movendo um processo de 2,1 bilhões de euros contra o Google, alegando que a gigante das buscas manipulou os resultados das buscas.

Em novembro, o Google perdeu um recurso contra uma multa de 2,42 bilhões de euros que recebeu em 2017, após a conclusão de que o serviço de comparação de preços da empresa lhe deu vantagem injusta sobre rivais europeus menores.

“Eles ainda estão abusando muito do mercado e não mudaram basicamente nada”, disse o presidente-executivo da PriceRunner, Mikael Lindahl, à Reuters em entrevista.

“Os consumidores europeus foram negados a escolha real em serviços de compras por muitos anos e este é um passo para garantir que isso acabe agora”, disse um porta-voz da Klarna.

Em novembro, a Klarna aceitou comprar a PriceRunner por 1,06 bilhão de coroas suecas (124,4 milhões de dólares). A previsão é que o negócio seja fechado neste primeiro trimestre.

O serviço de comparação de preços da Axel Springer, Idealo, processou o Google em 2019 por 500 milhões de euros.

Mais Recentes da CNN