Produção de petróleo nos Estados Unidos recua após impactos do furacão Ida

Cerca de 88% da produção de petróleo bruto permanece fechada na região regulada pelo Golfo do México nos Estados Unidos

REUTERS/Pilar Olivares

Reuters

Ouvir notícia

Cerca de 88%, ou 1,6 milhão de barris por dia (bpd), da produção de petróleo bruto e 83%, ou 1,8 bilhão de pés cúbicos por dia, da produção de gás natural permanece fechada no norte regulado pelo Golfo do México nos Estados Unidos, após paralisações há mais de uma semana devido ao furacão Ida, disse o Bureau de Segurança e Fiscalização Ambiental (BSEE, na sigla em inglês) neste domingo (5).

No sábado (4), 93% da produção de petróleo estava offline. Um total de 104 plataformas de petróleo e gás e cinco sondas permanecem evacuadas no domingo.

Suspeita de vazamento

Uma equipe privada de mergulhadores tenta localizar a fonte de uma suspeita de vazamento de petróleo avistada na área de Bay Marchand, no Golfo do México, neste domingo, após a passagem do furacão Ida provocar estragos e caos na região durante a semana, afirmou a Guarda Costeira norte-americana.

Imagens da agência nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos, reportadas primeiramente pela Associated Press na quarta-feira (1º), mostram uma mancha escura se estendendo por quilômetros em águas costeiras.

A mancha apareceu a cerca de três quilômetros de distância de Port Fourchon, na Louisiana, um centro de distribuição e produção de petróleo e gás.

As imagens parecem mostrar a mancha se deslocando por 19 quilômetros na direção leste ao longo da costa do golfo.

O furacão Ida, um dos mais poderosos a atingir a Costa do Golfo dos Estados Unidos, chegou à Louisiana há uma semana, antes de seguir para o Nordeste do país e causar intensas inundações que vitimaram dezenas de pessoas em Nova York e outros estados da região.

(Reportagem de Sabrina Valle)

Mais Recentes da CNN