‘Expectativa é reabrir as academias o mais rápido possível’, diz Gustavo Borges

Ex-nadador e presidente da Associação Brasileira de Academias (Acad), Gustavo Borges avaliou possibilidade de reabertura de academias em SP

Da CNN

Ouvir notícia

Ex-nadador e presidente da Associação Brasileira de Academias (Acad), Gustavo Borges avaliou, em entrevista à CNN, nesta sexta-feira (3), que a volta das academias em meio à pandemia da Covid-19 – que já matou 61.884 no Brasil até quinta-feira (2) – será “um desafio grande”, mas que esses estabelecimentos são “ambientes controlados”.

O assunto veio à tona novamente diante do anúncio que deve ser feito pelo governo do estado de São Paulo. Segundo apuração da colunista de economia Raquel Landim, da CNN, o governador João Doria (PSDB) irá anunciar nesta sexta a antecipação da reabertura de cinemas, teatros, academias e eventos de negócios em São Paulo.

Em contrapartida, serão exigidos rígidos protocolos de controle e horário bastante limitado. O centro de contigência está avaliando pleitos de vários setores para alterações no plano de reabertura.

Leia também:

Crivella autoriza reabertura de bares e academias a partir desta quint
Smart Fit não confirma reabertura de academias: ‘vamos nos pautar pelo respeito’

Sobre esse novo cenário, Borges afirmou que “a expectativa e esperança é conseguir reabrir as unidades o mais rápido possível” e pontuou que “a Acad vem trabalhando para trazer tranquilidade em relação momento certo de reabertura”. 

Ele pontuou que as recomendações de higiene e segurança serão seguidas e falou sobre o “novo normal” para as academias. “Tem o professor do lado e ambientes demarcados no chão onde pode passar ou não”, detalhou. “

O ex-nadador e presidente da associação afirma que as academias seguem as recomendações e trabalham, desde o início da pandemia, para garantir segurança aos alunos. 

Borges também ponderou que a limpeza dos equipamentos na academia é um desafio similar ao de qualquer outro setor neste momento de pandemia. “É o mesmo desafio de qualquer negócio. Quando você faz um exercício em um equipamento, ele deve ser limpo na sequência. É uma responsabilidade da unidade que está recebendo o aluno, mas dele também – em fazer a limpeza das mãos circulando”, defendeu.

Por fim, o presidente da Associação Brasileira de Academias disse acreditar que as aulas online “devem continuar com força”, pois “mudaram o hábito das pessoas”, mas ressaltou os benefícios da atividade presencial.

“É claro que fazer ioga e musculação em casa é ótimo, mas se você quer o aspecto social, equipamentos mais adequados e um profissional ao seu lado, venha para a academia”, finalizou.

Bolsonaro editou decreto e incluiu academias na lista de atividades essenciais
Doria deve anunciar reabertura de academias em São Paulo
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Mais Recentes da CNN