Rede D’Or: maior IPO do Brasil desde 2013

Grupo está entre as 10 empresas brasileiras com maior valor de mercado listadas na B3 na frente de Banco do Brasil

<strong>Placa do hospital Rede D'or </strong>
<strong>Placa do hospital Rede D'or </strong> Foto: Ricardo Moraes/ REUTERS

Por Carolina Mandl e Paula Arend Laier, da Reuters

Ouvir notícia

O grupo de hospitais Rede D’Or São Luiz precificou nesta terça-feira (8), oferta inicial de ações a R$ 57,92  por papel, no maior IPO de uma companhia brasileira desde 2013, afirmaram duas fontes a par a operação.

A operação avalia o grupo em R$ 112,5 bilhões, o que o coloca entre as 10 empresas brasileiras com maior valor de mercado listadas na B3, na frente de Banco do Brasil.

Leia também
Maior app de entregas dos EUA, DoorDash espera levantar até US$ 3,14 bi em IPO
Plataforma de vendas online Westwing fará IPO para acelerar negócios

A faixa de preço estimada para o IPO ficava entre R$ 48,91 e R$ 64,35 por papel.

A Rede D’Or e seus acionistas, incluindo a empresa de private equity Carlyle e fundo soberano de Cingapura GIC, levantaram R$11,4 bilhões, de acordo com uma das fontes.

O início das negociações dos papéis no segmento Novo Mercado da B3 está previsto para a quinta-feira com o código “RDOR3”.

A companhia pretende utilizar os recursos da oferta primária para construção de novos hospitais, expansão de unidades existentes, bem como aquisição de ativos que agreguem know-how ou permitam desenvolver novas linhas de negócios.

Com 51 hospitais no Brasil, a Rede D’Or foi fundada em 1977 por Jorge Moll Filho como um laboratório. A família Moll ainda controla o grupo.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN