Reduzir impostos sobre empregos vai ajudar na retomada da economia, diz Guedes

Guedes participou de videoconferência com empresários do varejo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse neste sábado (4) que a retomada econômica após a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus passa pela criação de “dezenas de milhões de empregos”,  e que por isso é necessário reduzir impostos relacionados a empregos. 

“A nossa saída lá na frente vai ser a redução de impostos, principalmente aqueles disfuncionais”, disse Guedes durante live com empresários do varejo. “Criar emprego tem que ser algo fácil, barato e estimulante.”

Assista e leia também:

Análise: já está dado que crise vai ter que ser paga com endividamento

Análise: Guedes nunca falou tanto de vulneráveis como nesta crise

O ministro defendeu que o governo está fazendo o máximo para que os recursos liberados para conter a crise econômica causada pela pandemia chegue à ponta, e afirmou que o governo não vai deixar “ninguém para trás do ponto de vista de acesso a renda básica, durante esse período.”

Segundo o ministro, a economia não pode parar de funcionar por conta do isolamento social necessário durante a pandemia.

“Não podemos desorganizar tudo. Sabemos que as vendas estão caindo, sabemos que a arrecadação vai cair, teremos resiliência e vamos manter isso o tempo que for necessário do ponto de vista de saúde. Mas vamos seguir de mãos dadas, recebendo o pagamento de um lado, pagando de outro”, afirmou.

Guedes disse ainda sobre o receio de o país cair em um ambiente de calote geral, que chamou de “vale tudo”. 

“Podemos renegociar um aluguel, podemos renegociar um salário, podemos renegociar tudo. Mas não podemos desorganizar a rede de pagamentos”, afirmou.

O ministro falou ainda sobre as medidas que o governo federal anunciou para o combate ao impacto econômico da pandemia, como a manutenção de programas e benefícios para a população mais vulnerável e ações para manter o abastecimento.

“A ministra [da Agricultura] Tereza Cristina tem conversado com o setor para garantir o encaminhamento da produção. O ministro [da Infraestrutura] Tarcísio [Freitas] está garantindo que as estradas fiquem abertas para os caminhoneiros manterem o transporte para alimentar as grandes cidades. É importante que nós mantenhamos o organismo econômico em funcionamento”, disse Guedes. 

Com Estadão Conteúdo

Mais Recentes da CNN