Reforma do IR desvirtuou da ideia original, diz ex-assessora da Economia

Vanessa Canado aponta pontos que considera questionáveis para a eficácia da proposta

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A reforma das regras de cobrança do Imposto de Renda foge da ideia original, afirma a ex-assessora especial do Ministério da Economia Vanessa Canado em entrevista à CNN na terça-feira (3).

“Essa última versão melhorou, eram regras que precisavam ser sofisticadas. Os detalhes que foram se desenhando, quer no projeto original ou na Câmara, desvirtuaram um pouco o objetivo de reduzir o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e tributar os dividendos para melhorar a competitividade das empresas brasileiras e diminuir a subtributação das empresas pequenas”, afirma.

“Duas dimensões inaceitáveis do projeto são isentar os dividendos das empresas do Simples Nacional, pois confunde o tamanho da empresa com o do acionista e cria um benefício extra para empresas pequenas que acaba prejudicando a competitividade das grandes empresas, e não tratar do principal gargalo das empresas brasileiras que não se internacionalizam, que é a tributação dos lucros que vem do exterior. Acabou fugindo um pouco e ficando direcionado a aspectos pontuais, desconsiderando o todo”, avalia Vanessa.

Vanessa Canado, ex-assessora especial do Ministério da Economia (03.Ago.2021)
Vanessa Canado, ex-assessora especial do Ministério da Economia (03.Ago.2021)
Foto: Reprodução/CNN

(Publicado por Nathallia Fonseca)

Mais Recentes da CNN