Relator da reforma administrativa diz que adiará apresentação do texto final

O ajuste no calendário vem após pedido do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que apontou a pandemia como prioridade

Câmara dos Deputados, em Brasília
Câmara dos Deputados, em Brasília Foto: Flickr/Vismar Ravagnani

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia

O relator da reforma administrativa, Darci de Matos (PSD-SC), afirmou à CNN que não vai “engavetar a proposta” mas, diante do agravamento da pandemia, não irá mais apresentar o relatório no dia 30 deste mês.

O ajuste no calendário vem após pedido do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que apontou a pandemia como prioridade do momento.

A intenção era votar o relatório da reforma administrativa, na Comissão de Constituição e Justiça, na primeira semana de abril. Com a mudança de planos, a CCJ vai focar na análise de propostas que tenham relação com o novo coronavírus.

Matos acredita que poderá usar o tempo a mais para realizar mais audiências públicas. A princípio, haveria apenas uma reunião, agora o relator fala em até seis audiências. Ele diz que já perdeu as contas de quantas entidades de classe vem pressionando por mudanças no texto.

“Não vamos conseguir, nem vamos tentar aprovar o relatório com a celeridade que a gente queria. A gente vai tocar a reforma mas ampliar mais o prazo de debates”, disse.

Nesta quarta-feira, o deputado se encontrou com o secretário especial de desburocratização do Ministério da Economia, Caio Paes de Andrade, que é o responsável pela reforma na equipe de Paulo Guedes. Os dois falaram sobre a mudança no calendário.

Mais Recentes da CNN