Relator diz que lei do gás deve voltar à pauta da Câmara nesta quinta-feira

O PL 4476/2020 foi aprovado pela Câmara em setembro do ano passado, mas foi modificado pelo Senado em dezembro

Foto: Deputado Federal Laercio Oliveira (PP - SE) /Divulgação: Câmara dos Deputados

Anne Warth,

do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O relator do novo marco regulatório do gás na Câmara, Laércio Oliveira (PP-SE), afirmou que a proposta não seria mais votada na sessão de quarta-feira (3). O PL 4476/2020 foi aprovado pela Câmara em setembro do ano passado, mas foi modificado pelo Senado em dezembro. Por isso, o texto precisou voltar para a Câmara e foi pautado para a sessão de ontem. O relator disse que lei do gás deve voltar à pauta da Câmara hoje.

“O Brasil inteiro esperava a votação da lei do gás hoje [quarta-feira], mas infelizmente não vamos votar”, disse o deputado. Ele defende a proposta sob o argumento de que ela vai trazer mais investimentos e competitividade para o setor.

O vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), que preside a sessão, disse que uma tentativa de acordo sobre o texto está sendo liderada pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Ele reconheceu que o adiamento gerava frustração.

“Melhor perdermos um pouquinho de tempo, mas termos maior convergência no texto, do que corrermos algum risco de surpresas no plenário”, disse.

Mais Recentes da CNN