Samsung estuda três estados dos EUA para fábrica de chips de US$ 17 bilhões

A Samsung está em negociações com Arizona e Nova York, cada um oferecendo redução do imposto sobre a propriedade, e também com o Texas

Logomarca na fachada de uma fábrica da Samsung no México (01.jun.2019)
Logomarca na fachada de uma fábrica da Samsung no México (01.jun.2019) Foto: Jorge Duenes/Reuters

Joyce Lee, da Reuters

Ouvir notícia

A Samsung Electronics está considerando dois locais no Arizona e outro em Nova York, além de Austin, Texas, para uma nova fábrica de chips de US$ 17 bilhões no Estados Unidos, de acordo com documentos protocolados junto às autoridades estaduais do Texas.

Os documentos datados de 26 de fevereiro também estimam reduções de impostos sobre a unidade em cerca de US$ 1,48 bilhão em 20 anos no condado de Travis, no Texas, e na cidade de Austin, acima dos 805,5 milhões mencionados anteriormente.

A Samsung está em negociações com Arizona e Nova York, cada um oferecendo redução do imposto sobre a propriedade e “concessões significativas e/ou créditos fiscais reembolsáveis” para financiar melhorias na infraestrutura, afirmam os documentos.

A nova fábrica que a Samsung planeja construir produziria “dispositivos lógicos avançados” para o negócio de fabricação de chips da Samsung e poderia criar 1.800 empregos, de acordo com documentos anteriores a autoridades estaduais do Texas.

A Samsung já tem uma fábrica de chips em Austin, que, em razão de paralisações causadas por uma tempestade de inverno no mês passado, deve levar algumas semanas para retomar a produção.

Entre os clientes da Samsung nos EUA para seu negócio de fabricação de chips por contrato estão Tesla, Qualcomm e Nvidia.

A Samsung está considerando uma série de possibilidades em termos de expansão, disse um porta-voz da empresa sul-coreana à Reuters na quarta-feira, sem dar detalhes.

Tópicos

Mais Recentes da CNN