Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sem queda do agronegócio, PIB teria crescido 0,3%, diz Sachsida

    Secretário de política econômica do Ministério da Economia fez análise do resultado

    Produção do agronegócio
    Produção do agronegócio REUTERS/Inaê Riveras

    Thais Herédiada CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Ao avaliar o resultado do PIB do terceiro trimestre, que registrou queda de 0,1%, o secretário de política econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, disse à CNN que é preciso olhar para além do número em si.

    Destacando a crise hídrica e seus efeitos no agronegócio, o secretário apresenta uma hipótese positiva para o desempenho da atividade no período. “Mais importante do que o número do PIB, é olhar a qualidade do crescimento. O agro teve queda de 8% no período, na maior crise hídrica da história. Quando isolamos esta perda, vemos que o PIB teria sido positivo em 0,3% no terceiro trimestre”, disse à coluna.

    Para a Economia, outros dados revelam que a recuperação se mantém com melhor “qualidade”.

    “O crédito livre está crescendo, aumentando participação dos bancos privados. A taxa de investimento privado é a maior desde 2014. Essa qualidade nos mostra que estamos no caminho certo. É claro que temos dificuldades e nós estamos olhando para esse número do IBGE com a maior atenção”, reforçou o secretário.

    Perguntado sobre a possibilidade de haver revisão das previsões de crescimento para este ano e para 2022, depois do resultado do 3º tri, Sachsida sinalizou que ainda vão analisar o cenário.

    “Vamos aguardar, vamos estudar”, respondeu.

    O resultado divulgado nesta quinta-feira pelo IBGE mostrou que país entrou em recessão técnica, com dois trimestres seguidos de desempenho negativo. Houve ainda revisão, para pior, do dado do segundo tri, de queda de 0,1% para uma perda de 0,4%.

    Mais Recentes da CNN