Serviços globais tem queda de 9% no 1º tri de 2021 na comparação anual, diz OMC

A OMC destaca que novas variantes da Covid-19, como a delta, mais contagiosa, atrasam a recuperação das viagens internacionais

Foto: Gerrie Van der Walt

Por Gabriel Bueno da Costa, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

 A Organização Mundial de Comércio (OMC) afirma, em comunicado divulgado nesta sexta-feira (23) que os serviços globais continuavam a mostrar fraqueza no primeiro trimestre de 2021. Eles registraram queda de 9% na comparação com igual período do ano passado, após um recuo de 21% em todo o ano passado frente a 2019, puxados sobretudo pela fraqueza nos serviços com viagens, no contexto da pandemia da Covid-19.

A OMC destaca que novas variantes da Covid-19, como a delta, mais contagiosa, atrasam a recuperação das viagens internacionais. Outros setores de serviços, contudo, como transportes, começam a reagir, embora com variações entre as regiões, diante da distribuição desigual de vacinas e também de diferenças quanto a restrições ainda em vigor ou não à circulação.

O setor de viagens mostrou queda de 62%, na comparação anual, tanto em 2020 quanto no primeiro trimestre de 2021, diz a OMC. Na América Latina e no Caribe, os gastos de viagens internacionais recuavam 71%, destaca ela.

A OMC nota que, com as variantes e a volta de restrições a viagens e de lockdowns, diminui a esperança de uma recuperação no turismo internacional durante o verão no Hemisfério Norte.

Mais Recentes da CNN