Shoppings devem abrir 80 mil vagas temporárias neste trimestre, diz associação

Criação de novas vagas de emprego está ligada à vacinação e alta de consumidores

Último trimestre do ano tem datas importantes para o varejo, como o Natal
Último trimestre do ano tem datas importantes para o varejo, como o Natal REUTERS/Amanda Perobelli

João Pedro Malardo CNN Brasil Business*

em São Paulo

Ouvir notícia

A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) prevê que seus associados abrirão cerca de 80 mil novos postos de trabalho temporários no último trimestre de 2021. O período é marcado por datas comemorativas importantes, como o Dia das Crianças, a Black Friday e o Natal.

Segundo a associação, a geração de novas vagas está ligada ao avanço da vacinação, que resultou na retirada de restrições de circulação e funcionamento de estabelecimentos e aumentou o número de consumidores.

A previsão para este ano segue uma projeção divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) na última sexta-feira (24). Ela espera uma abertura de 94,2 mil novas vagas temporárias no trimestre, um recorde nos últimos 8 anos.

Do total, cerca de 2/3 devem ser alocados em shopping centers, afirma a Alshop. Mesmo com a criação de novos empregos, dados da associação mostram que a pandemia afetou duramente o setor, que contou com 55 mil demissões no estado de São Paulo e fechamento definitivo de 10% das lojas.

No ano passado, 68 mil postos temporários foram registrados pelas associações, já que o setor ainda operava com horário reduzido, ainda sem a vacina contra a Covid-19.

Em 2019, as vagas temporárias ficaram perto de 90 mil no mesmo período, acima dos 87 mil registrados em 2018.

àra este ano, a CNC projeta que as vagas temporárias deverão ficar concentradas na região Sudeste, em especial nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Segundo a Alshop, os lojistas de shopping já têm notado um aumento no fluxo de clientes, com alta nas vendas, o que estimulou a confiança do setor e também a perspectiva de alta abertura de vagas. A expectativa é que as lojas também realizem contratações definitivas, para recompor o quadro de funcionários.

A Alshop espera que os setores de acessórios, vestuário e de calçados sejam os que mais contratem. O salário médio inicial está em torno de R$ 1.608, e a taxa de efetivação dos temporários ao fim do Natal é projetada em 12,2%.

Apesar do cenário positivo, a associação também cita desafios, como a alta da inflação, preços maiores de insumos e uma renda menor dos consumidores. Com isso, os dados de recuperação, mesmo que positivos, ainda devem ser tímidos.

*Sob supervisão de Ligia Tuon

Mais Recentes da CNN