Táxi no telhado? Hyundai prepara-se para lançar carros voadores até 2028

A Hyundai já está desenvolvendo "aparelhos voadores" movidos por motores elétricos e baterias que podem transportar até seis passageiros

Roda com o logo da Hyundai: mas para o ano que vem, a empresa aposta no Santa Cruz, um SUV compacto
Roda com o logo da Hyundai: mas para o ano que vem, a empresa aposta no Santa Cruz, um SUV compacto Foto: John Gress/File Photo/Reuters

Paul Lienert, da Reuters

Ouvir notícia

A Hyundai está atualizando o portfólio de produtos para 2021 com o lançamento de utilitários esportivos (SUVs), enquanto prepara o desenvolvimento de táxis voadores para o fim desta década, disse nesta segunda-feira o principal executivo da montadora sul-coreana de veículos nos Estados Unidos.

“Estamos completamente dentro dos veículos autonômos”, bem como dos veículos elétricos, disse Jose Muñoz, presidente da Hyundai Motor América do Norte, durante conferência do setor.

Leia também:
Onix, Strada e HB20: veja o ranking dos carros mais vendidos em outubro
Jac iEV20 e Renault Zoe: os preços dos carros elétricos mais baratos do Brasil

A Hyundai espera atrair atenção dos consumidores no próximo ano com o lançamento de um novo Santa Cruz, um SUV compacto e com o crossover Ioniq 5, o primeiro de uma nova família de veículos elétricos da marca.

No começo do próximo ano, o crossover Tucson redesenhado começará a ser produzido nos Estados Unidos, em meio a um investimento em expansão de 410 milhões de dólares.

Muñoz se mostrou mais entusiasmado com a parceria da Hyundai na Motional, joint-venture de 4 bilhões de dólares para veículos autônomos com a Aptiv, e com a aliança com a Uber para táxis aéreos urbanos, que segundo o executivo estarão em operação nos EUA “até 2028, talvez antes”.

A Hyundai já está desenvolvendo “aparelhos voadores” movidos por motores elétricos e baterias que podem transportar até seis passageiros de áreas congestionadas para locais como aeroportos, disse Muñoz.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN