Tempestade desliga 5 turbinas de Itaipu e obriga usina a verter água

Segundo a hidrelétrica, o temporal não trouxe qualquer impacto para as instalações da usina de Itaipu, que segue operando normalmente

Usina hidrelétrica de Itaipu
Usina hidrelétrica de Itaipu Itaipu Binacional

Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

Uma tempestade na região oeste do Paraná interrompeu no sábado (23) a operação de linhas de transmissão que conectam a usina hidrelétrica binacional de Itaipu ao Sistema Interligado Nacional (SIN), desligando assim, automaticamente, por segurança cinco das 20 turbinas da usina.

Em função da diminuição na geração, houve redução da afluência e também, do nível do rio Paraná a jusante da usina.

Como o Acordo Tripartite – do qual fazem parte o Brasil, Paraguai e Argentina – impõe limites de variação nos níveis do rio Paraná, foi necessário abrir o vertedouro da usina às 14h30, para compensar temporariamente a variação de afluência sofrida com o desligamento das cinco unidades geradoras, informou Itaipu em nota.

Segundo Itaipu, o vertedouro permaneceu aberto pelo tempo e com valores de vazão estritamente necessários para compensar a redução parcial da geração.

“À medida que a Itaipu foi sendo demandada para o restabelecimento da geração aos valores originais, a vazão vertida foi sendo diminuída até o completo fechamento do vertedouro, às 22h28min de sábado”, informou a empresa.

Segundo a hidrelétrica, o temporal não trouxe qualquer impacto para as instalações da usina de Itaipu, que segue operando normalmente, com total disponibilidade de potência e energia.

Mais Recentes da CNN