Tim prevê criação de valor de até R$ 19 bi vindo de sinergias com ativos da Oi

Empresa destaca também a expectativa de que a operação traga um crescimento de R$ 1,8 bilhão em receita e R$ 1,1 bilhão de Ebitda em oito meses de 2022

"Uma nova Tim está saindo da transação melhor posicionada para ser um player nacional robusto", complementa a empresa
"Uma nova Tim está saindo da transação melhor posicionada para ser um player nacional robusto", complementa a empresa 22/11/2021REUTERS/Yara Nardi

Elisa Calmon, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A Tim estima uma criação de valor entre R$ 16 bilhões e R$ 19 bilhões vindo de sinergias comerciais e de infraestrutura com ativos da Oi Móvel. O número faz parte da apresentação elaborada pela companhia para a teleconferência programada para 10h desta segunda-feira (25).

A Tim destaca também a expectativa de que a operação traga um crescimento de R$ 1,8 bilhão em receita e R$ 1,1 bilhão de Ebitda em oito meses de 2022.

“A aquisição de ativos móveis da Oi é divisor de águas para a empresa”, diz a apresentação.

Com a compra, a companhia receberá 16,4 milhões de clientes móveis da Oi, sendo 44% no formato pós-pago e 56% no pré. Esses consumidores migrados devem trazer crescimento de dois dígitos para a Tim, ainda de acordo com a apresentação da companhia.

Enquanto isso, a participação da Tim no mercado brasileiro deve saltar de cerca de 20% para aproximadamente 27%. “Uma nova Tim está saindo da transação melhor posicionada para ser um player nacional robusto”, complementa a empresa.

A companhia afirma ainda que o espectro e rede adquiridos reduzirão necessidade de futura de capex e fluxo de caixa. A Tim desembolsou R$ 6,98 bilhões pela aquisição.

Mais Recentes da CNN