Toyota anuncia fechamento de fábrica de peças em São Bernardo do Campo

Segundo a montadora, mudança será feita de forma gradual a partir de dezembro e deve ser concluída em novembro de 2023

Eduardo Laguna, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A Toyota anunciou nesta terça-feira (5) que vai fechar a fábrica em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, que produz peças fornecidas a outras unidades da montadora no Brasil e na Argentina.

Em comunicado divulgado no período da tarde desta terça-feira, a empresa informa que vai transferir a operação industrial no ABC para as suas operações no interior de São Paulo: Sorocaba, Indaiatuba e Porto Feliz.

A intenção é buscar mais sinergia entre as unidades produtivas para aumentar a competitividade “frente aos desafios do mercado brasileiro e da sustentabilidade de seus negócios no país”.

Segundo a montadora, a mudança será feita de forma gradual a partir de dezembro, com conclusão prevista para novembro do ano que vem.

O movimento, sustenta a Toyota, prevê a manutenção dos empregos, de modo que será oferecida oportunidade de transferência aos 550 trabalhadores da unidade de São Bernardo do Campo.

Sindicato se manifesta

Em nota, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC informou que recebeu a notícia “com surpresa”, e que “não há motivos plausíveis para o fechamento da planta, que é a primeira fábrica da Toyota fora do Japão”.

“A montadora toma tal decisão de forma irresponsável com a falsa justificativa de otimização de custos. Nos últimos anos, em toda as negociações com o Sindicato, a Toyota vinha insistindo que a planta não fecharia e que havia planos para a unidade e seus trabalhadores. A empresa chegou a comunicar o Sindicato que os produtos atuais garantiriam a permanência da fábrica pelos próximos três anos e afirmava que a unidade era produtiva, competitiva e lucrativa. Em todas as conversas com a montadora, pautamos questões relacionadas a investimento na planta”, diz trecho da nota.

*Com informações de Yara Ferraz, da CNN

Mais Recentes da CNN