Trigo cai enquanto negociações Ucrânia-Rússia aumentam esperanças de cessar-fogo

Contrato de maio chegou a bater o limite de baixa de 85 centavos de dólar

O mercado de trigo tem sido particularmente volátil desde que a Rússia iniciou a invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro
O mercado de trigo tem sido particularmente volátil desde que a Rússia iniciou a invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro Raphael Rychetsky/ Unsplash

Gus Trompiz em Paris, Hallie Gu em Pequim e Naveen Thukralda Reuters

Ouvir notícia

O trigo negociado na bolsa de Chicago caía mais de 7% nesta terça-feira (29), com comentários da Rússia e da Ucrânia após negociações na Turquia aumentando as esperanças de um cessar-fogo em um conflito que interrompeu as exportações de grãos pela região do Mar Negro.

O contrato de maio chegou a bater o limite de baixa de 85 centavos de dólar mais cedo e operava perto de 9,80 dólares por bushel.

O milho também recuava acentuadamente, enquanto a soja tinha perdas, pressionada por uma forte retração no petróleo bruto após as conversas entre as delegações russa e ucraniana.

A Rússia disse que decidiu cortar drasticamente sua atividade militar em Kiev e Chernihiv, enquanto os negociadores da Ucrânia disseram que propuseram nas negociações de terça-feira que a Ucrânia adote um status neutro em troca de garantias de segurança.

“O prêmio de guerra nos preços tende a diminuir”, disse um trader europeu.

O mercado de trigo tem sido particularmente volátil desde que a Rússia iniciou a invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro. Os dois países respondem por cerca de 30% das exportações mundiais do cereal.

Mais Recentes da CNN