Trump cai quase 300 posições em ranking de bilionários da Forbes

Desde que assumiu a Casa Branca até deixar o cargo, sua fortuna encolheu quase um terço, segundo a revista

Foto: Carlos Barria/Reuters (13.nov.2020)

Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

Antes de ser presidente dos Estados Unidos, Donald Trump já era um empresário famoso. Considerado um “magnata dos negócios americanos”, ele é o fundador da companhia Trump Entertainment Resorts, responsável pela operação de diversos cassinos e hotéis no mundo todo.

Sua fama e fortuna aumentou ainda mais quando, em 2003, ele se tornou o produtor executivo e apresentador do reality show “O Aprendiz” (The Apprentice, em inglês). Dali para frente, o sucesso foi estrondoso. Foi. Até 2020.

No ano passado, em menos de um mês, o patrimônio líquido de Trump havia despencado US$ 1 bilhão, segundo a revista Forbes.

No dia 1º de março de 2020, a fortuna estimada do republicano era de US$ 3,1 bilhões. Com a pandemia do novo coronavírus e os escândalos que cercaram o então candidato à reeleição nos EUA, o valor foi encolhendo, até chegar à casa dos US$ 2,1 bilhões em 7 de abril, deixando o bilionário na 1.001ª posição no ranking de mais ricos do mundo. Em 2019, ele ocupava o 715º lugar. 

Os resultados negativos de Trump em 2020 parecem ter se arrastado para 2021. No ranking da Forbes deste ano, o ex-presidente caiu ainda mais, indo para a 1.299ª posição, mas com uma fortuna um pouco maior do que a de abril passado (US$ 2,4 bilhões). 

Segundo a Forbes, desde que Trump assumiu a Casa Branca, em janeiro de 2017, até deixar o cargo, alguns meses atrás, sua fortuna encolheu quase um terço –passou de US$ 3,5 bilhões para US$ 2,4 bilhões.

Mais Recentes da CNN