TVs transparentes e microLED: Samsung traz novidades da CES para o Brasil

Com relação à qualidade da imagem, o microLED permite pixels mais iluminados por luzes mais numerosas e em menor tamanho que seu antecessor, o mini-LED

Teve microLED da Samsung / Foto: Samsung/Divulgação

Raphael Coraccini,

colaboração para o CNN Brasil Business

Ouvir notícia

Com a invenção dos smartphones e a proliferação das redes sociais, a TV perdeu uma parte importante da dedicação diária do brasileiro. Mas nem por isso as grandes empresas de tecnologia estão deixando de olhar para o produto. Ao contrário: cada vez mais novidades estão pintando em diversos eventos de tecnologia e das mais diferentes marcas.

A sul-coreana Samsung foi uma delas. Durante a maior feira de tecnologia do mundo, a Consumer Electronics Show (CES), ocorrida em janeiro, a empresa apresentou três grandes novidades para a sua área de televisores e elas estarão à venda no Brasil ainda em 2021.

Uma das novidades que a empresa promete entregar são televisores com tecnologia microLED, que a Samsung coloca como “o auge para as TVs”. Ela surge para oferecer mais brilho e menor chance de queima de pixels. A nova tecnologia permite ainda que as marcas expandam o tamanho das suas telas sem perder qualidade de imagem.

Na CES, a Samsung lançou sua versão de microLED de 110 polegadas a US$ 156 mil. O preço ainda inalcançável e os tamanhos extraordinários (que podem chegar a 292 polegadas) mostram que ainda há muito o que fazer para transformar a tecnologia em algo cotidiano.

Porém, a expectativa é que ambas as dimensões, preço e tamanho, sejam reduzidas ao longo dos próximos anos. A Samsung já produz televisores desse tipo de 75 polegadas.  

Com relação à qualidade da imagem, o microLED permite pixels mais iluminados por luzes mais numerosas e em menor tamanho que seu antecessor, o mini-LED. 

A novidade possibilitou a evolução da tecnologia QLED, presente nas TVs da Samsung até 2020, para a Neo QLED, que abusa da capacidade dos recursos de luz de fundo para criar imagens com melhor definição e iluminação em suas versões 4K e 8K.  

Além de imagens com mais qualidade, a tecnologia Neo QLED permite aparelhos mais elegantes, com o chassi mais fino e sem moldura, como o modelo Edge, da Samsung.

Quando o assunto é qualidade de áudio, essas TVs oferecem ainda a opção de som em movimento, quando acompanha a  movimentação da ação na tela, fortalecendo a percepção de deslocamento.

Para os gamers, a TV Neo QLED possui a opção Super Ultrawide, com proporção de tela 32:9, com um campo de visão mais amplo, e FreeSync, que gera imagens mais fluidas e detalhadas,mesmo nas cenas de ação.

TVs transparentes

Mais finas que as TVs Neo QLED, até agora, só as não-TVs (ou TVs transparentes). Sim, elas existem. São os já conhecidos projetores, que estão cada vez mais próximos da qualidade dos televisores. Ainda em 2020, a Samsung lançou, na Europa, o Premiere, um projetor de uso doméstico com resolução 4K e recursos similares aos das Smart TVs, como o download de aplicativos de streaming.

Além do tamanho da projeção que o Premiere oferece, de 120 a 130 polegadas, também é destaque a pouca distância que o aparelho necessita para criar uma boa imagem.

Segundo a Samsung, a projeção a curta distância do Premiere exige entre 11,3 e 23,8 centímetros de distância para exibir uma imagem grande e com qualidade. É possível espelhar smartphones, tablets e notebooks no projetor.

Ainda não há uma data para o lançamento dessas novidades no Brasil, mas a Samsung promete para 2021. 

Mais Recentes da CNN