Pix: Uber começa a aceitar pagamentos instantâneos em parceria com Ebanx

O Brasil já é o segundo maior mercado do Uber e São Paulo é sua cidade líder em número de corridas

Carro da Uber: empresa começará a aceitar pagamentos via Pix
Carro da Uber: empresa começará a aceitar pagamentos via Pix Foto: Callaghan O'Hare/Reuters

Carolina Mandl,

da Reuters

Ouvir notícia

A Uber Technologies começou nesta segunda-feira a aceitar os recém-lançados pagamentos instantâneos em parceria com a startup Ebanx no Brasil, disseram as duas empresas.

Mais de 60 milhões de pessoas já haviam se inscrito na plataforma de pagamentos instantâneos, Pix, antes de sua operação completa começar nesta segunda-feira.

Ela permite que consumidores e empresas façam transferências de dinheiro 24 horas por dia, sete dias por semana, sem a necessidade de cartões de débito ou crédito.

Leia também:
Pix terá cashback e possibilidade de programar pagamentos, diz Campos Neto
Pix: 30% dos brasileiros economicamente ativos já têm chaves

A Uber disse em um email à Reuters que os pagamentos instantâneos provavelmente trarão novos clientes aos seus serviços, principalmente as pessoas que não usam cartões. Cerca de um terço dos brasileiros não tem conta em banco, um dos índices mais altos do mundo.

Ainda assim, inicialmente, os pagamentos instantâneos serão aceitos apenas por sua carteira digital Uber Cash e nas próximas semanas pelo serviço de entrega de comida Uber Eats, mas ainda não pelo negócio de corridas.

O Brasil já é o segundo maior mercado do Uber e São Paulo é sua cidade líder em número de corridas. A startup de pagamentos Ebanx é uma das mais recentes fintechs do Brasil a alcançar o status de “unicórnio” e tem se expandido para muitos países da América Latina.

“O Pix provavelmente será uma enorme ferramenta em termos de inclusão financeira”, disse Henrik Nilsmo, diretor comercial da Ebanx.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook
 

Tópicos

Mais Recentes da CNN