Usuários do PicPay relatam problemas para receber o auxílio emergencial

Fintech afirma que a instabilidade foi causada pelo aplicativo da Caixa; Hashtag #picpaydevolvemeudinheiro está nos trending topics do Twitter

Aplicativo PicPay: #picpaydevolvemeudinheiro está nos trending topics do Twitter nesta terça (7)
Aplicativo PicPay: #picpaydevolvemeudinheiro está nos trending topics do Twitter nesta terça (7) Foto: PicPay/Divulgação

Leonardo Guimarães,

do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

Quem tem direito de receber o auxílio emergencial viu no PicPay a chance de ter sua vida facilitada. Isso porque a fintech, assim como outras carteiras digitais, liberou o cadastro do cartão de débito virtual disponibilizado pela Caixa e assim possibilitou que milhões de brasileiros recebessem o dinheiro pelo app. O problema é que, na prática, o sistema deixou de funcionar em alguns casos.

Nesta terça-feira (7), o PicPay estava entre os trending topics do Twitter. Usuários subiram a hashtag #picpaydevolveomeudinheiro para reclamar de um “sumiço” do valor do auxílio emergencial.

Procurado, o PicPay afirma que o problema vem da Caixa. “Por instabilidade do sistema do Caixa TEM, um pequeno percentual das transações entre o aplicativo e o PicPay não é concluído”, afirma a empresa. Nesses casos, a orientação da fintech é que os usuários façam uma nova tentativa.

De acordo com a empresa, como o problema foi causado pela instabilidade do sistema da Caixa, não há previsão para normalização. Procurada, a Caixa não se posicionou até a publicação desta reportagem.

O aplicativo Caixa TEM já vem sendo alvo de reclamações nas redes sociais nos últimos. Na semana passada, por exemplo, os usuários do Twitter falavam sobre dificuldades em usar a ferramenta por causa de instabilidade do sistema.

Leia também:
Com alta demanda de usuários, aplicativo Caixa Tem sofre instabilidade

Muitos internautas se queixaram das longas filas de espera ou dos erros ao tentar acessar o app. O assunto chegou a ser um dos mais comentados na rede social entre a manhã e começo da tarde da última quinta-feira (2).

Outros problemas com o PicPay

Alguns usuários aproveitaram a popularidade da hashtag que reclama contra a fintech e relataram problemas que não estão relacionados ao sistema da Caixa. Há pessoas, inclusive, reclamando de que não conseguem realizar pagamentos e recargas de celular.

Em nota, o PicPay disse que registrou a entrada de mais de sete milhões de usuários e que “esse crescimento exponencial gerou alguns momentos de instabilidade, como o aumento do tempo médio de atendimento e de conclusão de operações”. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN