Volvo Cars se prepara para IPO de US$ 20 bi nas próximas semanas, dizem fontes

Listagem deve ser uma das maiores da Europa em 2021, e pode acontecer até o fim de setembro

Goldman Sachs e SEB estão liderando a transação
Goldman Sachs e SEB estão liderando a transação REUTERS/Yves Herman

Helena SoderpalmArno SchuetzeAbhinav Ramnarayanda Reuters

Ouvir notícia

A chinesa Geely tem negociações avançadas com bancos para listar sua unidade da Volvo Cars nas próximas semanas, disseram três fontes à Reuters, no que se espera que seja uma das maiores ofertas iniciais de ações (IPOs) da Europa em 2021.

A Volvo Cars pretende uma avaliação de cerca de US$ 20 bilhões na listagem em Estocolmo, na Suécia, disseram as fontes, com uma delas dizendo que o negócio pode acontecer no fim de setembro.

O Goldman Sachs e o SEB estão liderando a transação, enquanto BNP Paribas, Carnegie e HSBC também estão envolvidos no negócio, acrescentaram as fontes.

Procurados, Volvo Cars, SEB e Goldman Sachs não quiseram comentar. A Geely não respondeu de imediato a um pedido de comentário. Os demais bancos não estavam disponíveis de imediato.

A Geely, que comprou a Volvo da Ford há mais de uma década, na maior aquisição por uma empresa chinesa de uma montadora estrangeira, procurou lançar ações da empresa sueca em 2018, mas desistiu alegando tensões comerciais e a queda dos papéis de empresas do setor automotivo.

As montadoras tradicionais perderam força nos últimos anos, à medida que a Tesla se tornou uma das empresas mais valiosas do mundo, com foco em veículos elétricos.

Muitas empresas europeias se voltaram para o setor, como a Volvo Cars, que quer fabricar carros totalmente elétricos até 2030. Ela tem 49,5% da fabricante de carros elétricos Polestar.

Com sede em Gotemburgo, a Volvo pretende alcançar uma avaliação de US$ 20 bilhões, disse uma fonte, enquanto outra mencionou uma faixa possível de US$ 20 a US$ 30 bilhões. Uma terceira sugeriu que uma avaliação de US$ 16 bilhões seria mais realista, citando perspectiva de receita da empresa.

Uma avaliação de US$ 20 bilhões para a Volvo seria equivalente a uma faixa de seis a sete vezes os seus ganhos, nível que alguns analistas dizem ser alto, embora a colocasse em linha com as rivais Daimler e BMW.

Mais Recentes da CNN