Waack: BC já avisou que vai ter de subir juros se piorar a situação fiscal

Era bem previsível que se pensasse em prorrogar a ajuda emergencial sem uma contrapartida em cortes de gastos, é a lei do mínimo esforço político

William Waackda CNN

Ouvir notícia

Tendo o Centrão as rédeas nas mãos, era bem previsível que se pensasse em prorrogar a ajuda emergencial sem uma contrapartida em cortes de gastos, é a lei do mínimo esforço político.

Em Brasília, é uma lei tão infalível quanto a lei da gravidade. O presidente do Congresso acenou com mais ajuda emergencial, Bolsonaro também, os ministros da ala dos gastos também, sem contrapartidas.

Paulo Guedes, que continua falando a respeito do teto de gastos, leva como prêmio de consolação a votação da autonomia do Banco Central, que já avisou, antes mesmo da autonomia, que vai ter de subir juros se piorar a situação fiscal.

Prédio Banco Central
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Publicado por Guilherme Venaglia

Mais Recentes da CNN