Waack: Novela do orçamento ainda terá muitas traições, suspeitas e insinuações

Apesar de o presidente Jair Bolsonaro ter sancionado o texto na semanada passada, ainda há muita disputa sobre os cortes, bloqueios e contingenciamentos

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro CNN Poder desta segunda-feira (26), na CNN Rádio, William Waack analisa os próximos passos do que considera ser a “novela” do orçamento federal, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada, mas ainda alvo de muitas discussões em Brasília.

“A semana começa com mais uma novela, vamos dar o nome de “soltaram o elefante na loja do orçamento”, afirmou Waack, fazendo uma brincadeira com a expressão “elefante em loja de porcelanas”, uma metáfora para explicar um comportamento até grosseiro e que pode causar problemas.

“Está dando uma bagunçada na história do orçamento, mas se for uma boa novela não vai ser baseada em números, discussão sobre objetivos, vai ser sobre traições, suspeitas, de insinuações. E é isso que está acontecendo na Esplanada”, continuou.

Waack afirmou que o elefante atenderia pelo nome de Paulo Guedes, referência ao ministro da Economia, e estaria muito bravo com a situação. 

“E elefante bravo a gente tem que respeitar. Ele está bravo com deputados, que pediram muito dinheiro, e com colegas dele da Esplanada [dos Ministérios], principalmente esses que querem gastar muito dinheiro”, afirmou.

“A novela está só no começo, ela vai ser cheia de traições, insinuações e suspeitas com o público, nós, pagando a conta.”

Mais Recentes da CNN