Waack: Saída da Ford é veredicto sobre os últimos 10 anos da economia brasileira

Decisão da empresa norte-americana é um recado: 'mudem logo a maneira como a economia brasileira anda, senão, vão ficar cada vez mais para trás'

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro CNN Poder desta terça-feira (12), na CNN Rádio, William Waack analisa a decisão da Ford de fechar suas três fábricas no Brasil e encerrar a produção local de veículos.

“É, evidentemente, uma péssima notícia uma multinacional como a Ford fechar as portas no Brasil. Estamos perdendo empregos de qualidade, emprego industrial, que demandou treinamento, preparação, produtividade e qualificação de mão de obra”, disse Waack.

Para o jornalista, a decisão da multinacional norte-americana não é um veredicto especificamente sobre como a economia se desenvolve no governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

Assista e leia também:
Análise: Por que a Ford escolheu a Argentina em vez do Brasil
Ford deixará de oferecer Ka e EcoSport; lembre outros carros clássicos da marca

“O veredicto da Ford é sobre a economia brasileira pelo menos nos últimos dez anos. Em outras palavras: uma economia cujo ambiente de negócios continua ruim – não mudou muito –, cujo sistema tributário é um cipoal que ninguém consegue entender – não mudou muito – e sobre regulações e burocracias que ninguém entende – também não mudou muito”, afirmou.

“Para uma empresa que pensa em escala planetária, em que lugar vocês pensam que nós estaríamos? Esse é o veredicto da Ford. Ela está nos dizendo o seguinte: mudem logo a maneira como a economia brasileira anda, senão, vocês vão ficar cada vez mais para trás.”

Mais Recentes da CNN