Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    WeWork diz que está finalizando planos para encerrar operações na Rússia

    Empresa, que opera 700 locais em todo o mundo, possui quatro locais em Moscou

    WeWork: Ações da empresa caíram mais de 50% desde o primeiro dia de negociação
    WeWork: Ações da empresa caíram mais de 50% desde o primeiro dia de negociação Foto: Eloise Ambursley/Unsplash

    Sara Ashley O'Briendo CNN Business

    Ouvir notícia

    A WeWork disse na segunda-feira (7) que planeja terminar suas operações na Rússia, uma semana depois de seu CEO afirmar que os “ativos da empresa imobiliária estão incrivelmente bem” lá e ele não acha que precisaria sair do país.

    “Juntamente com nossos colegas, membros e proprietários, estamos finalizando soluções para alienar operações na Rússia e suspendemos todos os planos de expansão para os negócios nesta região”, disse a empresa em comunicado publicado no LinkedIn na segunda-feira.

    “Condenamos inequivocamente a guerra não provocada e injusta que está trazendo devastação sem sentido ao povo da Ucrânia”.

    A WeWork, que opera 700 locais em todo o mundo, possui quatro locais em Moscou.

    A empresa enfrentou algumas críticas na semana passada sobre comentários feitos pelo CEO Sandeep Mathrani em entrevista à Bloomberg em uma conferência do JPMorgan.

    Questionado se a WeWork teria que se retirar da Rússia em resposta à invasão da Ucrânia, Mathrani respondeu: “Acho que não… Como eu disse, nossos ativos se saem incrivelmente bem. Esperamos uma resolução do conflito e espero que possamos continuar a fazer negócios em Moscou.”

    Na entrevista, Mathrani disse: “Estamos, neste momento, mais de 90% ocupados. É uma pequena parte do nosso negócio. A receita bruta é de cerca de US$ 10 milhões em nossa base de vários bilhões de dólares”.

    Após uma tentativa desastrosa de se tornar pública no outono de 2019, a WeWork finalmente estreou em Wall Street em outubro de 2021, quando abriu o capital por meio de um SPAC.

    Durante o ínterim de dois anos, a organização da WeWork foi reformulada, incluindo mudanças de liderança, um retorno ao foco em seus principais negócios imobiliários e resistência à pandemia.

    As ações da empresa caíram mais de 50% desde o primeiro dia de negociação.

    Um dia após os comentários de Mathrani, a empresa parecia abrir caminho para uma mudança de curso, dizendo à Barron’s em uma declaração por e-mail que estava “preparada para tomar as medidas necessárias para garantir um fechamento ordenado de nossos negócios [na Rússia]”.

    O anúncio da WeWork vem logo após uma série de grandes empresas internacionais, da Apple à Exxon, que recentemente anunciaram planos de se retirar da Rússia.

    Na declaração do LinkedIn na segunda-feira, a WeWork disse: “Continuamos focando na segurança de nossos colegas e de todos os afetados pelo conflito em andamento. Somos solidários com a Ucrânia e temos uma parceria com a Agência da ONU para Refugiados para apoiar os refugiados que fogem Europa Oriental, ajude com ajuda e recursos e forneça espaço gratuito para aqueles que precisam imediatamente.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN