Ação da XP chega a subir 15% em Nova York após lucro dobrar

Apesar do salto, papéis, que fecharam em US$ 42, ainda estão distantes do recorde de US$ 51, registrado no ano passado

Vista externa do prédio de escritórios da XP, em São Paulo (11/12/2019)
Vista externa do prédio de escritórios da XP, em São Paulo (11/12/2019) Foto: REUTERS/Amanda Perobelli

Paula Arend Laier, da

Reuters

Ouvir notícia

As ações da XP Inc chegaram a disparar quase 15% em Nova York nesta quarta-feira (5), após a plataforma de investimentos divulgar lucro líquido ajustado de R$ 846 milhões no primeiro trimestre, o dobro de um ano antes.

O resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado somou R$ 1,04 bilhão, alta de 75%. A XP já havia reportado dados operacionais do período em abril.

O grupo ainda disse na véspera que deve contratar cerca de 1,5 mil funcionários em 2021, à medida que amplia esforços para expandir uma prateleira de serviços bancários para seus mais de 3 milhões de clientes.

Analistas do Goldman Sachs consideraram o resultado sólido, citando efeito positivo de uma menor alíquota de imposto devido à estrutura corporativa pós-IPO da empresa e despesas de compensação baseadas em ações.

No fechamento, os papéis acusaram alta de 11,29%, a US$ 42,77, após terem chegado a US$ 44,19 na máxima da sessão (+14,99%). Apesar do salto, as ações ainda estão distantes do recorde de fechamento, a US$ 51,03, no ano passado.

 

Mais Recentes da CNN