Apesar do avanço em dezembro, economia da zona do euro ainda registra contração

'O setor de serviços continua sendo o principal obstáculo à produção', explica instituto IHS Markit

Europa registra aumento de casos de Covid-19 e decreta novas regras (1.nov.2020)
Europa registra aumento de casos de Covid-19 e decreta novas regras (1.nov.2020) Foto: CNN Brasil

Eduardo Gayer,

do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro saltou de 45,3 em novembro para 49,1 em dezembro de 2020, segundo o instituto IHS Markit. O indicador, contudo, segue abaixo da marca neutra de 50 pontos, indicando contração da atividade.

Já o PMI do setor de serviços avançou de 41,7 para 46,4 pontos no mesmo intervalo, também ainda no terreno de contração e abaixo das expectativas de analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, que esperavam alta a 47,3.

Leia também: 
Ainda vale entrar na bolsa? Veja 8 ações recomendadas para 2021
BM vê alta de 3% do PIB brasileiro em 2021, mas alerta sobre fim de estímulos

“O setor de serviços continua sendo o principal obstáculo à produção, com a atividade caindo pelo quarto período consecutivo de pesquisa. Em linha com a tendência recente, a manufatura segue o destaque do desempenho econômico da zona do euro, expandindo-se pelo sexto mês consecutivo e a uma taxa mais rápida do que em novembro”, explica a instituição, em nota.

Tópicos

Mais Recentes da CNN