Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    8 em cada 10 comerciantes brasileiros devem contratar neste fim de ano, diz CNC

    Trata-se da maior demanda por mão de obra já registrada para o período

    Lucas Janoneda CNN

    no Rio de Janeiro

    A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) calcula que oito em cada dez (85%) empresários brasileiros contratem novos funcionários neste fim de ano.

    O que aumentou o número de contratações para o período foi o aquecimento econômico provocado pela Copa do Mundo e as datas comemorativas do fim de ano, como Black Friday e Natal.

    Caso a projeção divulgada nesta sexta-feira (25) se confirme, será o maior volume de contratações já feitas pelo comércio varejista brasileiro entre os meses de novembro e dezembro. É o que aponta a série histórica da CNC, que teve início em 2011.

    Com a Black Friday, o comércio varejista movimentou mais de R$ 4,2 bilhões – maior faturamento desde 2010, quando a data foi incorporada no calendário do varejo nacional. Já no Natal, a CNC projeta que 109,4 mil trabalhadores temporários sejam contratados, o maior número em nove anos. Desses, espera-se que 11% sejam efetivados.

    Dos 85% dos empresários que afirmaram contratar neste fim de ano, 21% devem “aumentar muito” o quadro de funcionários neste fim de ano. Já 64% esperam “aumentar pouco” o número de colaboradores até dezembro de 2022.

    “A chegada das festas de fim de ano e o desempenho mais favorável da economia e do comércio estão incentivando as intenções de investir para absorver funcionários e incentivar o consumo”, aponta a economista da CNC responsável pela pesquisa, Catarina Carneiro da Silva.