Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Acionistas rejeitam pacotes de altos salários para executivos da Netflix

    Se aprovado, proporção entre pagamento do CEO e remuneração média do funcionário seria de 234 para 1

    Nicole Goodkinddo CNN Business

    Nova York

    Os acionistas da Netflix votaram na quinta-feira para rejeitar pacotes multimilionários de pagamento para os principais executivos da empresa, incluindo os co-CEOs Ted Sarandos e Greg Peters.

    A votação, que não é vinculativa, ocorre em meio a uma forte recuperação da companhia que perdeu mais da metade de seu valor em 2022, quando as pessoas voltaram a sair de casa após anos de isolamento pandêmico.

    No ano passado, os consumidores deram as costas aos aumentos de preços de serviços de streaming como a Netflix, e os investidores começaram a criticar a empresa por pagar caro pelo conteúdo enquanto os clientes estavam saindo.

    Mas as ações da empresa se recuperaram 36% até agora este ano, já que os acionistas acreditam que a liquidação do streaming pode ter sido exagerada.

    Ainda assim, a votação ocorreu poucos dias depois que o Writers Guild of America incentivou os investidores a rejeitar os pacotes, dizendo em uma carta que uma votação seria inadequada, já que os escritores de Hollywood entram em sua quinta semana de greve por melhores condições de trabalho e contratos maiores.

    “Embora os investidores há muito questionem o pagamento dos executivos da Netflix, a estrutura de remuneração é mais flagrante no contexto da greve”, escreveu a presidente da WGA West, Meredith Stiehm, na carta aos acionistas da empresa.

    Para ela, se a Netflix pode gastar cerca de US$ 166 milhões em remuneração de executivos, também deve ser capaz de pagar os estimados US$ 68 milhões que os roteiristas estão buscando em suas negociações contratuais.

    O Writers Guild of America tem como objetivo a alta remuneração executiva como uma questão-chave em suas táticas de negociação em andamento.

    O sindicato enviou uma carta semelhante sobre propostas de pagamento à controladora da NBCUniversal, Comcast, que realizará sua reunião anual de acionistas na próxima semana.

    Os pacotes de pagamento de executivos propostos pela Netflix para 2023 incluíam até US$ 40 milhões para Sarandos, com salário base, bônus de desempenho e opções de ações. Peters poderia receber até US$ 34,6 milhões.

    Reed Hastings, que deixou o cargo de CEO da Netflix em janeiro e agora atua como presidente executivo da empresa, levaria para casa cerca de US$ 3 milhões no ano.

    Outros executivos da Netflix esperam grandes pagamentos em 2023. Conforme a proposta, o CFO da companhia, Spencer Neumann, receberia US$ 14 milhões, o diretor jurídico David Hyman receberia US$ 11 milhões e a diretora de comunicações Rachel Whetstone está a caminho de receber US$ 6,5 milhões.

    O funcionário médio da Netflix ganhou US$ 218.400 em 2022, de acordo com um documento da Securities and Exchange Commission. Isso faria com que a proporção entre o pagamento do CEO e o salário médio do funcionário fosse de 234 para 1.

    O conselho da Netflix, por sua vez, pode desconsiderar os resultados dessa votação de “opinião sobre o pagamento” e aprovar os planos de remuneração dos executivos, apesar dos desejos dos acionistas. O conselho já recomendou por unanimidade a votação dos pacotes salariais.

    No ano passado, apenas 27% dos acionistas da Netflix aprovaram os pacotes de remuneração executiva para 2022. A contagem final da reunião deste ano ainda não foi divulgada.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original