Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Agências da Caixa terão espaços voltados ao atendimento exclusivo para mulheres

    Lançamento vem um mês após Daniella Marques assumir a presidência da instituição, depois que Pedro Guimarães deixou o cargo em meio a denúncias de assédio moral e sexual

    Soraya LauandAnne Barbosada CNN

    São Paulo

    A Caixa Econômica Federal apresentou nesta terça-feira (9) uma iniciativa direcionada ao público feminino, o “Caixa Pra Elas”, que prevê, até o final de agosto, a criação de mil espaços desses nas agências bancárias e 4 mil até o fim do ano. No evento, 250 espaços foram inaugurados e os endereços estão disponíveis no site da Caixa.

    Para isso, 8 mil embaixadoras do banco estão sendo formadas em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para realizar um atendimento especializado.

    O banco vai oferecer ao público feminino orientação sobre prevenção à violência, promoção de educação financeira e empreendedorismo, além de produtos e serviços bancários pensados para mulheres.

    “O que vamos fazer é orientar. Muitas mulheres não sabem, por exemplo, os caminhos para uma denúncia, para uma delegacia. Vamos usar a força que gente tem para unir esforços e reconhecer a importância da mulher na sociedade”, afirmou Daniella Marques, que assumiu a presidência do banco há pouco mais de um mês.

    O programa vai funcionar em uma sala reservada nas agências e a ideia é centralizar as informações para orientar as mulheres sobre serviços como denúncias, empréstimos, financiamentos, cartões de crédito sem anuidade, entre outros produtos.

    Haverá ainda atendimento agências-barco e também um caminhão-agência para atender as regiões mais afastadas das agências. A Caixa, segundo a empresa, vai compartilhar as práticas do programa para que outras empresas firmem compromissos com esses pilares. “Isso tudo para integrar a força de rede sobre ações que façam um trabalho contínuo de prevenção contra a violência”, disse Daniella.

    O lançamento acontece um mês após Daniella Marques assumir a presidência da instituição, depois que Pedro Guimarães deixou o cargo em meio a denúncias de assédio moral e sexual feitas por funcionárias do banco público.

    A apresentação da iniciativa foi realizada durante um almoço fechado para a imprensa e contou com a presença de empresários e empresárias, além de autoridades como o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, os dois filhos do presidente Jair Bolsonaro, Flávio e Eduardo Bolsonaro, e o ex-ministro da Infraestrutura e candidato ao governo do estado, Tarcísio de Freitas, ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, José Carlos Oliveira ministro do Trabalho e Previdência, Gustavo Montezano, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.