Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    American Airlines e Microsoft aderem a programa de incentivo à energia limpa

    Iniciativa é liderada por Bill Gates e busca impulsionar o desenvolvimento de tecnologias focadas em emissões zero de carbono

    Programa tem meta de levantar dinheiro junto a governos, filantropos e empresas
    Programa tem meta de levantar dinheiro junto a governos, filantropos e empresas Reuters/Mike Blake

    Aishwarya Nairda Reuters

    Várias companhias dos Estados Unidos, incluindo American Airlines, General Motors e Microsoft, aderiram nesta segunda-feira (20) a um programa de incentivo ao uso de energia limpa liderado por Bill Gates, chamado de Breakthrough Energy.

    A iniciativa tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento de tecnologias focadas em emissões zero de carbono até 2050.

    O programa tem a meta de levantar dinheiro junto a governos, filantropos e empresas para fazer investimentos capazes de reduzir o custo de tecnologias de energia limpa.

    Bank of America Corp, ArcelorMittal, Boston Consulting Group e o braço de filantropia da gestora BlackRock também aderiram ao programa nesta segunda-feira.

    A American Airlines afirmou em comunicado que investiu US$ 100 milhões no programa, que tem foco inicial em quatro áreas: captura de carbono do ar, hidrogênio “verde”, armazenamento de longa duração de energia e combustível sustentável de aviação.