Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apesar de salto da inflação, BC turco mantém juro em 14% pelo 3º mês seguido

    Em fevereiro, a taxa anual de inflação ao consumidor (CPI) na Turquia atingiu 54,44%, o maior patamar em 20 anos

    Sergio Caldas, do Estadão Conteúdo

    O Banco Central (BC) da Turquia decidiu manter seu juro básico em 14% pela terceiro mês consecutivo, após concluir reunião de política monetária nesta quinta-feira, apesar da drástica escalada da inflação doméstica.

    Em fevereiro, a taxa anual de inflação ao consumidor (CPI) na Turquia atingiu 54,44%, o maior patamar em 20 anos.

    Em comunicado sobre a decisão de hoje, o BC turco avalia, porém, que o salto da inflação turca se deve a “efeitos temporários não sustentados por fundamentos econômicos”, referindo-se à alta nos custos de energia provocada pela guerra na Ucrânia.

    O BC também reiterou a previsão de que ocorrerá um “processo de desinflação” em função de medidas tomadas para garantir “preços sustentáveis e estabilidade financeira”.