Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Balança comercial desacelera, mas tem superávit de US$ 2 bilhões em outubro

    Já a corrente de comércio, que serve como termômetro para a atividade econômica, avançou 39,3% ante o mesmo mês de 2020

    Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real
    Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real Marcello Casal JrAgência Brasil

    Anna Russido CNN Brasil Business

    em Brasília

    A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 2 bilhões em outubro. O número representa desaceleração de 54,5% em relação ao resultado do mesmo período do ano passado, quando o superávit foi de mais de US$ 4 bilhões.

    Os números foram divulgados pelo Ministério da Economia nesta quarta-feira (3).

    Por outro lado, a corrente de comércio, que serve como termômetro para a atividade econômica, avançou 39,3% ante o mesmo mês de 2020. No total, a soma das exportações e importações brasileiras alcançou US$ 43,036 bilhões.

    Puxado por avanços de 54,9% nas importações e 27,6% nas exportações, o resultado é saldo entre US$ 22,520 bilhões em vendas para o exterior e US$ 20,516 em compras internacionais.

    Acumulado do ano

    No acumulado do ano, a balança comercial avançou 29,6% ante os primeiros 10 meses de 2020, com um montante total de US$ 58,579 bilhões. O valor é o maior para o período em toda a série histórica, iniciada em 1989.

    No ano, a corrente de comércio avançou 37%, a US$ 413,2 bilhões. As importações avançaram 38,3% somando US$ 177,291 bilhões de janeiro a outubro, as exportações apresentaram recuo de 36%, totalizando US$ 235,870 bilhões, na comparação com o mesmo período do ano passado.