Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Banco Mundial espera que G20 mantenha congelamento de dívidas até fim de 2021

    A Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida do G20 já ajudou países a adiar cerca de US$ 5 bilhões em pagamentos até o final de 2020

    Cúpula dos líderes do G20 em Osaka, Japão, em 2019
    Cúpula dos líderes do G20 em Osaka, Japão, em 2019 Foto: Alan Santos/PR (29.jun.2019)

    Andrea Shalal, da Reuters

    O presidente do Banco Mundial, David Malpass, disse nesta segunda-feira (5) que espera que a China, os Estados Unidos e outras grandes economias do G20 estendam o congelamento dos pagamentos do serviço de dívidas bilaterais até o final de 2021, quando se reunirem nesta semana.

    A Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida (DSSI, na sigla em inglês) do G20 já ajudou países a adiar cerca de US$ 5 bilhões em pagamentos até o final de 2020, com outros US$ 7,3 bilhões em pagamentos esperados para serem adiados até junho, disse David aos repórteres.

    Estender o congelamento do pagamento de dívidas até o final do ano economizaria mais dinheiro que os países poderiam usar para combater a pandemia de Covid-19 e apoiar suas economias, mas o “real alívio da dívida” seria necessário no longo prazo para permitir que os países mais pobres levassem o peso da dívida para um nível mais moderado.