Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Barril de petróleo deve fechar 2023 cotado a US$ 80,5, estima FMI

    Restrições à oferta têm contido queda, mas preços seguem mais baixos do que em 2022

    Preço deve cair a uma média de US$ 72,70 em 2026
    Preço deve cair a uma média de US$ 72,70 em 2026 Instagram/Reprodução

    Gabriel Tassi Lara, do Estadão Conteúdo

    O Fundo Monetário Internacional (FMI) espera que o preço do barril de petróleo termine 2023 em uma média de US$ 80,50 (R$ 410,99) o barril, e continue caindo até uma média de US$ 72,70 (R$ 371,17) em 2026.

    Segundo análise do Fundo no relatório Perspectiva Econômica Mundial, as restrições à oferta da commodity têm contido a queda nos preços, mas eles permanecem em níveis muito mais baixos do que há um ano.

    Quanto aos metais básicos, a expectativa é que os preços continuem a recuar, influenciados por uma queda na demanda global, sobretudo no setor de construção chinês.

    A projeção do FMI é que os preços dos metais básicos caiam em média 4,7% em 2023 e 7,1% em 2024.

    Para a instituição, a projeção é que os preços de gás natural liquefeito (GNL) sigam caindo até um ponto de equilíbrio, já que houve redução da demanda enquanto países aumentavam suas reservas.

    Veja também: Petróleo dispara com conflito no Oriente Médio