Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    BC anuncia volta de plataforma para consulta de “dinheiro esquecido” em 7 de março

    Atualmente, estão disponíveis cerca de R$ 6 bilhões de valores a receber para 38 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs

    Fabrício Juliãoda CNN

    O Banco Central (BC) anunciou nesta segunda-feira (27) que a plataforma para consulta de “dinheiro esquecido” será reaberta em 7 de março, a partir das 10h. Já nesta terça-feira (28) será possível consultar se há valores a receber no sistema financeiro por meio deste link.

    Segundo o BC, o Sistema de Valores a Receber (SVR) trará “novidades importantes como impressão de telas, sala de espera virtual e consulta de valores de pessoa falecida”.

    Atualmente, estão disponíveis cerca de R$ 6 bilhões de valores a receber para 38 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs. O montante é referente a:

    • contas corrente ou poupança encerradas com saldo disponível;
    • cotas de capital e rateio de sobras líquidas de ex-participantes de cooperativas de crédito;
    • recursos não procurados de grupos de consórcio encerrados;
    • tarifas cobradas indevidamente;
    • parcelas ou despesas de operações de crédito cobradas;
    • contas de pagamento pré ou pós-paga encerradas com saldo disponível;
    • contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras encerradas com saldo disponível;
    • outros recursos disponíveis nas instituições para devolução

    O Sistema Valores a Receber teve início em fevereiro de 2022, quando usuários puderam conferir pela primeira vez se tinham alguma quantia esquecida em contas antigas de bancos, por exemplo.

    Primeiro, o usuário entra no link disponibilizado pelo BC e lá insere seu CPF ou CNPJ. O sistema indicará se ele possui esse saldo ou não. Em casos positivos, a ferramenta não aponta imediatamente o valor da quantia a receber, cabendo a uma próxima etapa onde a pessoa se informa sobre o montante e, posteriormente, solicita a transferência para uma conta ativa.

    Vale ressaltar que durante a vigência da plataforma no ano passado, o BC definiu um cronograma das etapas, incluindo datas de repescagem para aqueles que perderam os dias de consultar o valor a receber e de sacar o dinheiro.

    A primeira etapa do Sistema Valores a Receber foi encerrada em maio de 2022, após o Banco Central dizer que faria melhorias na ferramenta.