Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    BC da China fixa yuan no menor nível desde a crise de 2008

    Medida amplificou pressão que divisa já vinha enfrentando diante de incertezas sobre segunda maior economia do planeta

    Notas de yuan são dispostas junto de notas de dólar e euro em uma loja de câmbio, em Hong Kong, China
    Notas de yuan são dispostas junto de notas de dólar e euro em uma loja de câmbio, em Hong Kong, China Reuters/Tyrone Siu

    André Marinho, do Estadão Conteúdo

    O Banco do Povo da China (PBoC) estabeleceu, nesta terça-feira (25), o ponto de referência do yuan em 7,1668 por dólar. Segundo a agência Reuters, o valor representa o nível mais fraco fixado para a moeda chinesa desde 15 de fevereiro de 2008, durante a crise financeira global.

    A medida amplificou a pressão que a divisa já vinha enfrentando diante de incertezas sobre a segunda maior economia do planeta. Por volta das 3h35 (de Brasília), o dólar avançava a 7,3047 yuans no mercado onshore e a 7,3349 no offshore. Em ambos os casos, a moeda chinesa rondava os patamares mais baixos em 15 anos.

    O movimento acontece um dia após uma intensa liquidação nos negócios acionários do país asiático. Apesar de dados indicarem aceleração da atividade econômica chinesa no terceiro trimestre, investidores demonstraram apreensão com a conclusão do 20º Congresso do Partido Comunista, que forneceu ao presidente chinês, Xi Jinping, um terceiro mandato, em inédita consolidação de poder.

    No câmbio, o enfraquecimento do yuan é agravado pelo crescente diferencial de juros com os Estados Unidos, enquanto o PBoC mantém política de relaxamento monetário, na contramão do aperto conduzido pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano).