Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    BC explicita apoio a Haddad e manda recado para Congresso e PT, vê governo Lula

    Em seu comunicado ontem após a reunião, o Comitê de Política Monetária (Copom) enfatizou a importância de seguir perseguindo a meta de déficit fiscal zero

    Raquel Landimda CNN

    São Paulo

    Ao retomar os alertas sobre a importância da disciplina fiscal, o Banco Central (BC) explicitou seu apoio ao ministro Fernando Haddad em seu embate com setores do PT e com Congresso em torno da meta de déficit fiscal zero.

    A avaliação é de fontes do governo ouvidas pela CNN.

    Em seu comunicado ontem após a reunião, o Comitê de Política Monetária (Copom) enfatizou a importância de seguir perseguindo a meta de déficit fiscal zero.

    A ênfase na palavra “perseguir” foi percebida na equipe econômica do governo Lula.

    O custo, hoje, de abandonar a meta, como vem sendo proposto por setores do Executivo e até do Legislativo, é muito alto, porque significaria comprometer a credibilidade do arcabouço fiscal, avaliam essas fontes.

    No entanto, se o governo não conseguir alcançar o déficit zero, mas ficar próximo, não seria tão mal visto no mercado dado o tamanho do desafio.