Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Biden comemora desemprego em menor patamar em 50 anos e vê progresso com payroll

    Além da queda do desemprego, payroll de julho registrou criação de 528 mil empregos e alta salarial acima do esperado

    Gabriel Caldeira, do Estadão Conteúdo

    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, comemorou a taxa de desemprego de 3,5% em julho, equivalente a menor já registrada nos últimos 50 anos, segundo ele.

    O mandatário creditou o dado ao seu plano econômico, que focou em “reconstruir a economia e a classe média” norte-americana, nas suas palavras.

    Além da queda do desemprego, o payroll de julho registrou criação de 528 mil empregos e alta salarial acima do esperado no mês.

    Para Biden, o relatório é sinal de “progresso significativo” aos trabalhadores norte-americanos.

    Em seu comentário, divulgado nesta sexta (5) em nota à imprensa, o presidente dos EUA não abordou a questão da alta inflação nos EUA, que tende a acelerar mais diante do mercado de trabalho aquecido.

    Recentemente, ele disse confiar no Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) para combater o aumento dos preços e considerou natural a desaceleração da economia diante da ação do BC.