Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    BNDES reabre linhas e anuncia mais R$ 2,9 bi em crédito rural para safra 2022/23

    Medida veio após suspensão de protocolos e contratações de novas operações de crédito no âmbito dos Programas Agropecuários do Governo Federal (PAGF)

    Do total previsto pelo banco, a agricultura familiar tem uma parcela de R$ 491 milhões, enquanto médios e grandes produtores terão acesso a R$ 2,4 bilhões
    Do total previsto pelo banco, a agricultura familiar tem uma parcela de R$ 491 milhões, enquanto médios e grandes produtores terão acesso a R$ 2,4 bilhões Fernando Frazão/Agência Brasil

    da Reuters

    O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta quinta-feira (26) a reabertura de linhas de crédito rural a partir de 1° de fevereiro e, com isso, prevê a liberação de recursos adicionais de R$ 2,9 bilhões para financiamento da safra 2022/23, conforme comunicado do banco.

    A medida veio após suspensão de protocolos e contratações de novas operações de crédito no âmbito dos Programas Agropecuários do Governo Federal (PAGF), no segundo semestre de 2022, em razão do nível de comprometimento de recursos.

    Do total previsto pelo banco, a agricultura familiar tem uma parcela de R$ 491 milhões, enquanto médios e grandes produtores terão acesso a R$ 2,4 bilhões para custeio e investimento, disse o BNDES.

    Algumas das linhas que foram reativadas são: Pronaf (agricultura familiar), Pronamp (médio produtor), Moderfrota (máquinas e equipamentos agrícolas), PCA (armazenagem) e Plano ABC (agricultura de baixo carbono).

    O banco ressaltou que segue como um importante apoiador do setor agropecuário e que seus recursos chegam aos produtores rurais e cooperativas principalmente por meio de agentes financeiros parceiros.

    “No Plano Safra 2022/23 já são R$ 16 bilhões aprovados por meio das instituições parceiras, dentre agências de fomento, bancos de montadoras, cooperativas de crédito, bancos cooperativos, bancos privados e bancos públicos”, afirmou, citando que cerca de 70 mil produtores rurais e cooperativas foram atendidos em desde 1° de julho de 2022, quando o plano entrou em vigor.

    Mesmo durante a suspensão do protocolo de operações nos PAGF, ocorrida no presente Plano Safra, o BNDES lembrou que permaneceu disponibilizando crédito aos produtores por meio de outras soluções próprias, como o Produto BNDES Crédito Rural.

    “Desde o início do atual ano-safra, em junho de 2022, até meados de janeiro corrente foram aprovados cerca de R$ 2,8 bilhões no âmbito do produto.”
    Em agosto do ano passado, o então ministro da Agricultura Marcos Montes chegou a dizer que esperava para “breve” a retomada de linhas de crédito que estavam suspensas pelo BNDES.