Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com alta de 49% da receita, Uber fala em “trimestre mais forte da história”

    Crescimento foi impulsionado por aumento no número de passageiros, com 2,1 bilhões de viagens no período

    No último trimestre, Uber registrou aproximadamente 23 milhões de viagens por dia
    No último trimestre, Uber registrou aproximadamente 23 milhões de viagens por dia Tingey Injury Law Firm/Unsplash

    Catherine Thorbeckeda CNN

    O Uber divulgou nesta quarta-feira (8) um forte crescimento de receita nos últimos três meses do ano passado, desafiando uma desaceleração que afetou grande parte do restante do setor de tecnologia.

    A gigante dos transportes compartilhados registrou receita de US$ 8,6 bilhões no trimestre, superando as estimativas de Wall Street e marcando um aumento de 49% em relação ao ano anterior.

    Seu crescimento foi impulsionado por um aumento no número de passageiros. A empresa disse que as viagens durante o trimestre atingiram 2,1 bilhões, uma alta trimestral histórica e representando aproximadamente 23 milhões de viagens por dia em média.

    Em uma declaração com os resultados, o CEO Dara Khosrowshahi chamou o “trimestre mais forte de todos os tempos” da empresa.

    As ações da Uber subiram até 8% nas negociações pré-mercado nesta quarta-feira após os resultados.

    Nos últimos meses, muitos dos maiores nomes da indústria de tecnologia experimentaram uma desaceleração nas vendas, à medida que a incerteza econômica mais ampla leva os anunciantes e alguns consumidores a repensar os gastos.

    A indústria de tecnologia, que cresceu durante a pandemia quando as pessoas foram forçadas a passar mais tempo online, também teve que enfrentar uma mudança desse comportamento à medida que as pessoas retornavam às suas vidas offline.

    Essa mudança parece estar beneficiando o Uber, no entanto.

    “O Uber continua tendo um crescimento saudável, pois o fornecimento de motoristas parece estável, enquanto a empresa continua se beneficiando do retorno das viagens, da mudança para o escritório e de outras tendências pós-pandemia que continuam nas principais cidades”, disse Dan, analista da Wedbush Securities. Ives falou em nota nesta quarta-feira após a divulgação dos resultados do Uber.

    A Uber espera que o crescimento continue no trimestre atual. A empresa previu que suas reservas brutas cresceriam entre 20% e 24% em relação ao ano anterior.

    Em comunicado com os resultados, o CFO Nelson Chai destacou que a empresa está preparada “para mais um ano recorde”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original