Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Consumo nos lares cresce 11,19% em setembro, diz associação

    Para o ano de 2022, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) prevê crescimento acumulado de até 3,3%

    Talita Nascimento, do Estadão Conteúdo

    O consumo nos lares brasileiros acumula alta de 2,84% de janeiro a setembro deste ano.

    Em setembro, o consumo nos lares foi influenciado pela queda nos preços dos alimentos e o indicador fechou o mês em alta de 0,39% ante agosto.

    Na comparação com mesmo período de 2021, a alta é de 11,19%.

    Os dados são da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) e os valores são deflacionados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Para o ano de 2022, a Abras prevê crescimento acumulado de até 3,3%.

    “A tendência é um consumo mais consistente nos próximos meses, puxado principalmente pelo aumento do consumo de proteínas e outros itens que voltaram a fazer parte da cesta de abastecimento dos consumidores diante da deflação registrada nos últimos três meses”, diz o vice-presidente Institucional da ABRAS, Marcio Milan.

    Abrasmercado

    A Cesta Abrasmercado, composta por 35 produtos de largo consumo que inclui alimentos, bebidas, produtos de limpeza e itens de higiene e beleza apresenta alta de 6,58% de preço em 12 meses.

    De outubro para setembro, a variação foi negativa em 0,17%.