Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cortes de juros não estão no radar no momento, diz presidente do BC americano

    Fed, banco central dos Estados Unidos, manteve, nesta quarta-feira, taxas estáveis no intervalo de 5,25% a 5,50%, nível mais elevado em 22 anos, onde se encontram desde julho

    Powell: "Questão dos cortes nos juros simplesmente não vem à tona" neste momento
    Powell: "Questão dos cortes nos juros simplesmente não vem à tona" neste momento REUTERS/Amanda Andrade-Rhoades

    Reuters

    O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse nesta quarta-feira (1º) que o banco central dos Estados Unidos não está pensando em reduzir a taxa básica de juros neste momento.

    “A questão dos cortes nos juros simplesmente não vem à tona” neste momento, afirmou Powell em sua coletiva de imprensa após a última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto.

    Ele acrescentou: “É justo dizer que a pergunta que estamos fazendo é se devemos aumentar mais”, conforme as autoridades avaliam como podem conduzir a inflação de volta à meta de 2%.

    Fed não incluiu cenário de recessão em previsões

    O presidente do Fed disse ainda que a equipe da instituição não voltou a incluir cenário de recessão na previsão que forneceu às autoridades monetárias antes de sua decisão de manter as taxas de juros inalteradas.

    A equipe já havia previsto uma recessão leve, mas removeu essa previsão nas apresentações aos formuladores de política monetária antes da reunião anterior, em setembro.

    A observação de Powell foi feita em resposta a uma pergunta em sua entrevista coletiva após a reunião desta quarta, quando as autoridades concordaram unanimemente em manter os juros no nível atual de 5,25% a 5,50%.