Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Covid-19 ainda representa risco ao sistema financeiro, aponta relatório do Fed

    Segundo o documento, os bancos seguem lucrativos e bem capitalizados, apesar de algumas incertezas deixadas pela crise sanitária

    Fachada do Federal Reserve, em Washington
    Fachada do Federal Reserve, em Washington REUTERS/Kevin Lamarque

    André Marinho, do Estadão Conteúdo

    Os ativos de risco nos Estados Unidos estão “vulneráveis a perdas significativas” decorrentes de um possível quadro de deterioração do sentimento de risco, piora da pandemia de coronavírus ou estagnação da retomada econômica.

    O diagnóstico é do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e consta em relatório semianual de estabilidade financeira, divulgado nesta segunda-feira (8).

    A autoridade monetária destaca que os preços dos ativos foram sustentados por um aumento nas expectativas de lucros e baixos juros dos Treasuries. Segundo o documento, os bancos seguem lucrativos e bem capitalizados, apesar de algumas incertezas deixadas pela crise da covid-19.

    O Fed ressalta ainda que os balanços corporativos se beneficiaram de contínua melhora, juros baixos e apoio do governo. “No entanto, a ascensão da variante delta parece ter retardado as melhorias nas perspectivas para pequenas empresas”, explica.

    A análise acrescenta que os preços de residências “aumentaram significativamente” desde maio, mas que há “poucas evidências” de deterioração dos padrões de crédito.

    De acordo com o BC dos EUA, “vulnerabilidades estruturais” persistem em alguns fundos de mercados monetários e outros veículos de gestão de dinheiro, que poderiam amplificar choques potenciais no sistema financeiro. “Existem também vulnerabilidades de risco de financiamento no crescente setor de stablecoins”, pontua.