Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CVM comunicou 16 casos de pirâmides financeiras no 1º trimestre

    "Xerife" do mercado financeiro também emitiu 79 ofícios de alerta aos Ministérios Públicos Estaduais e Federal (MPE e MPF)

    Comissão de Valores Mobiliários (CVM)
    Comissão de Valores Mobiliários (CVM) Foto: Divulgação

    Juliana Garçon, do Estadão Conteúdo

    A Comissão de Valores Mobiliários (CVM),  “xerife” do mercado financeiro no Brasil, comunicou 16 casos de pirâmides financeiras aos Ministérios Públicos Estaduais e Federal (MPE e MPF) no primeiro trimestre deste ano.

    Além disso, o órgão regulador do mercado de capitais fez 24 comunicados sobre estelionato, crimes relacionados à emissão, oferta ou negociação de valores mobiliários sem registro, uso indevido de informação privilegiada e manipulação de mercado.

    Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pela CVM em seu Relatório de Atividade Sancionadora.

    O boletim informa também que a CVM emitiu 79 ofícios de alerta.

    De acordo com a autarquia, os ofícios têm o objetivo de comunicar aos regulados irregularidades que não justificam a instauração de inquérito administrativo ou o oferecimento de termo de acusação.

    O instrumento é, preponderantemente, educativo, com o intuito de notificar sobre o desvio observado e, se for o caso, determinar prazo para a correção do problema sem a abertura de procedimento sancionador.