Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Demanda por bens industriais no país sobe 0,5% no terceiro trimestre, aponta Ipea

    Destaques ficaram para os segmentos “máquinas e equipamentos” e “veículos”, com avanços respectivos de 6,2% e 5,8%.

    Os bens de capital e os bens de consumo duráveis tiveram os melhores desempenhos no período, com altas de 4.6% e 1%, respectivamente
    Os bens de capital e os bens de consumo duráveis tiveram os melhores desempenhos no período, com altas de 4.6% e 1%, respectivamente Mariangela Ctr

    Lucas Janoneda CNN

    no Rio de Janeiro

    A demanda por bens industriais no Brasil cresceu 0,5% no terceiro trimestre deste ano, frente aos três meses anteriores, segundo os dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgados nesta quarta-feira (23).

    Segundo a pesquisa, a procura por produtos importados cresceu 8,3% no período analisado.

    Em contrapartida, a demanda por bens nacionais recuou 1,4%.

    Os bens de capital e os bens de consumo duráveis tiveram os melhores desempenhos no período, com altas de 4.6% e 1%, respectivamente.

    Dentro dos setores, os destaques ficaram para os segmentos “máquinas e equipamentos” e “veículos”, com avanços respectivos de 6,2% e 5,8%.

    A melhora do cenário epidemiológico, com a cobertura vacinal contra a Covid-19, e o bom desempenho econômico brasileiro dos últimos meses, com deflação, são os principais motivos para o aumento na procura por bens industriais no país.

    O resultado é ainda melhor, em comparação com os dados apresentados pelo setor em 2021. Segundo o levantamento, a demanda por bens industriais cresceu 0,7% em setembro deste ano, frente ao mesmo mês do ano passado.

    E com isso, o terceiro trimestre avançou 2,6% em relação aos mesmos três meses de 2021, segundo o Ipea.